Santos Total
Brasão Santos

18/03/2015 - O Santos Futebol Clube é uma marca poderosa, com um gigantesco potencial de mercado, Que é tratado por seus dirigentes como um time médio do Futebol Brasileiro
Autor:   Ernesto Franze


Trata-se de um gigante do futebol mundial que é tratado como anão por seus dirigentes desde a década de 1970.

O Legendário Santos de Pelé e companhia deixou uma inestimável herança ao clube, além de um cartel extraordinário de conquistas, deixou uma imensa torcida que, hoje, é estimada entre sete a oito milhões de torcedores no Brasil.

Enquanto os grandes times Europeus já vendem produtos licenciados aqui no Brasil, especialmente suas camisas, eu não vi até hoje um trabalho sério, profissional dos dirigentes alvinegros para identificar onde está localizada sua imensa torcida, quem dirá transformá-los em clientes.

Segundo as pesquisas estima-se que mais de 50% dessa massa torcedora esteja localizado na grande São Paulo, (1, 8 milhões), no Interior próximo à capital (com 1,2 milhões), e na baixada santista (600 mil alvinegros).

As três regiões (baixada santista é de 1.225%, interior próximo é de 6.560%, grande São Paulo é igual 13.690%) juntas respondem por 21.475% de tudo que é consumido no Brasil, do país que é a sétima economia mundial.

Para se ter uma idéia da grandeza desses números a região metropolitana (quase todo o estado) do Rio de Janeiro responde por 8.103%. A região de Belo Horizonte 4.128%. A região de Porto Alegre 3.126%. IPC é entendido também como PIB de consumo.

Fonte: http://comercial2.redeglobo.com.br/atlasdecobertura/Paginas/Home.aspx

São Paulo é a cidade com maior frota de helicópteros do mundo, há anos superou em muito a frota da cidade de Nova York.

Com advento de suas novas e modernas arenas, Palmeiras e Corinthians experimentam as vantagens e a fartura de mandar seus jogos no centro da região mais rica do Brasil e uma das mais ricas do mundo.

Ano passado Flamengo teve média de 31 mil pagantes no campeonato Brasileiro, contra 29 mil do Cruzeiro em segundo, e o Corinthians em terceiro, também com 29 mil pagantes de média no campeonato brasileiro.

Quando vamos examinar a renda a situação se inverte, o Corinthians teve uma renda média de 1.884 milhões de reais, o Cruzeiro 1.451 milhões, e o Flamengo 1.180 milhões. A renda bruta do time paulista foi 29% maior que o time mineiro, e de 60% mais que o time carioca.

Fonte: http://www.ricaperrone.com.br/publico-e-renda-2014-final/

As rendas do Palmeiras na sua nova Arena no campeonato paulista são maiores que a renda de todo o Campeonato Carioca, e quase três vezes maior do que todo o campeonato mineiro, os mais fortes concorrentes do regional paulista.

O São Paulo vai experimentar da mesma abundância em suas arrecadações após a chegada das linhas do metrô em seu estádio.

Para que se tenha uma ideia do que representam esses números, entre três a quatro milhões de torcedores santistas nessa região veja a população das cidades onde estão localizados outros três gigantes do futebol mundial, times com históricos similares ao Santos Futebol Clube:

Munique, população 1.378 milhão (2012) Futebol Clube Bayern de Munique. Barcelona, população 1.621 milhão (2012), Futebol Clube Barcelona. Madri, população 3.234 milhão, Real Madri Clube de Futebol.

O Alvinegro não pode e não deve submeter-se a humilhação de ficar mandando seus jogos para sete mil pessoas em média, e 250 mil de arrecadação por jogo, como faz há décadas. Não tenho mais dúvidas em afirmar que quase todos os problemas do clube estão relacionados à falta de público no estádio.

 

Todos os caminhos levam o Santos ao Pacaembu

O Pacaembu, estádio com a melhor localização de São Paulo, servido por duas estações de metrô, interligados ao sistema de trem que cobre toda grande São Paulo, e também parte do Interior próximo.

Dizem que a negociação com a possível construtora que viabilizaria a reforma do Pacaembu está muito difícil com condições que são prejudiciais ao clube. Ora! Qualquer negociação começa muito difícil, o trunfo que o Peixe possui é gigantesco, sem ele o Pacaembu não se viabiliza.

E essa história de levar o time durante o campeonato brasileiro pra jogar nas arenas ociosas Brasil afora é um equivoco. Preparador físico, fisiologistas e comissão técnica do clube certamente reprovarão, Brasil é um país continental, o calendário do futebol brasileiro é cruel, e o bom senso deve prevalecer.

Não há futebol profissional sem público no estádio, está na hora de parar de pensar pequeno, o Peixe formou sua imensa torcida jogando em São Paulo e no mundo nos anos de 1950/60/70, e nunca deixou de ser da cidade de Santos. Vamos Santos, acorda!

8        Comentários


Penso exatamente o mesmo, ainda digo mais, o comitê de gestão mais parece a política do Brasil, o Presidente Sr. Modesto, com medo de perder sua boquinha faz exatamente o que o comitê quer. Pura politicagem para não perder votos, mas esquecem de administrar de fato nosso time ... A concessão do Pacaembu cairia em boas mãos nesse momento, prefeito Dória Santista e Santos FC, poderiam costuram um acordo que beneficiem ambas as partes. Aumentando significantemente nossa receita com bilheteria, fora a visibilidade que São Paulo tem, atraindo patrocinadores, Mas me parece que o Sr. Presidente está mais preocupado com sua reeleição. Vejo também a morosidade que alguns sócios, diretores, comitê e Presidente além dos torcedores tratam essa situação. No passar dos sempre figuramos entre o primeiros e ganhamos títulos, porém a falta de prestigio que a vila Belmiro tem, por mais histórica que seja, afastam nossos pequenos e futuros torcedores, sendo assim presa fácil a outros times da capital. Vejo também que não há apenas o Pacaembu, mas existe o estádio do Barueri que tem fácil acesso a trens e metro, com capacidade para 30 mil pessoas, vi também a portuguesa leiloar seu estádio com valor mínimo de 75 milhões, cifras essa que devemos para o Damião, sei que é um estádio antigo, pode ser reformado e contando com centro esportivo ao lado... Já que os custos extra aluguel como, transporte, segurança, lanchonetes, despesas com arbitragem, segurança, monitoramento, acesso. Portanto entendo que para equilibrar os gastos seria necessário a criação de um CT aqui na capital. Temos exemplo do CT do Corinthians que gastou cerca de 40 milhões. Entendo que a Instituição Santos FC esta muito além de um estádio como a vila, porque são apenas tijolos, está além dos jogadores que passaram pelo clube, muitos viraram lendas e ficaram em nossos corações, mas você mesmo diz estamos ficando para trás, e quando nos dermos conta, tenho medo que seja tarde de mais (Exemplo; Portuguesa).

por Bruno - 16/06/2017


Parabéns Ernesto!!!! O Santos não pode perder esse bonde história.

por Raul Martins Freire - 04/04/2015


Parabéns Ernesto! Seus textos(pra variar), sempre muito sensatos e com visão horizontal de tudo que engloba o nosso Santos FC. Tenho fé que nosso gigante ainda será administrado de acordo com sua grandeza. Abs!

por Michel - 30/03/2015


PARABÉNS ALEMÃO... Nobilissimo Santástico Ernesto Franze, você é muito bom com as Palavras, e ademais, seu texto é rico em conteúdo. Tenho orgulho de ser seu amigo.

por Aluisio Arantes - 29/03/2015


Parabéns amigo Ernesto pela estréia como Colunista do Santos Total e brilhante texto. Grande abraço do amigo que o estima e o admira. Joel

por Joel R Jr - 29/03/2015


Todos os torcedores Santistas merecem consideração, agora os da Capital merecem na minha opinião um carinho especial, o porque disso, eles tem a opção de torcer pelos grandes clubes de sua cidade e escolheram o SFC, mas não sei o porque, ainda não consigo entende a cabeça dos atuais e de todos os dirigentes que passaram pelo SFC até hoje, com o tamanho da cidade de SP mandam poucos jogos lá, e o pior ainda agora perdemos a chance de entrar na briga pelo Pacaembu. Puro amadorismo.

por jorgehenrique - 21/03/2015


Caro Amigo Ernesto, bom dia. Parabéns pelo comentário.

por Darci Marques - 21/03/2015


Mandou bem conterraneo, parabens!!!!

por Adierson Marin - 21/03/2015


rodape